Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Promoção da Saúde > Dia do Idoso reforça a busca por uma sociedade inclusiva e igualitária
Início do conteúdo da página
Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 01 de Outubro de 2015, 06h39
  • Última atualização: 01/10/15 16h28

Dia do Idoso reforça a busca por uma sociedade inclusiva e igualitária

01 10  Dia do Idoso

O envelhecimento populacional é uma tendência mundial para as próximas décadas. No mundo todo, uma em cada 9 pessoas tem 60 anos de idade ou mais. Por volta de 2050, estima-se que haverá um crescimento dessa proporção para um idoso em cada 5 pessoas. Na mesma época existirão pela primeira vez na história mais idosos que crianças menores de 15 anos.

O aumento da longevidade é fruto de melhoras na nutrição, nas condições sanitárias e socioeconômicas, avanços da medicina, cuidados em saúde, entre outros fatores. No entanto, nem sempre o aumento da população idosa no mundo é visto como uma conquista. Existe uma série de estereótipos negativos associados ao processo de envelhecimento, causando impactos no cotidiano das pessoas idosas, como as ideias de que esta fase da vida é caracterizada pela inatividade, isolamento e abandono.

 

Com o objetivo de sensibilizar a sociedade para a necessidade de valorizar a população idosa, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Internacional do Idoso, por meio da Resolução publicada em 1990. O Brasil também adotou essa estratégia, estabelecendo o dia 1º de Outubro como Dia Nacional do Idoso, conforme define a Lei nº 11.433, de 28 de dezembro de 2006.

Maria Cristina Hoffmann, da Coordenação da Saúde da Pessoa Idosa do Ministério da Saúde ressalta a importância de incluir a população mais velha na construção das políticas públicas. “Em função da mudança demográfica, é muito importante que as políticas públicas respondam ao desafio de se adequar de forma a oferecer uma melhor atenção às pessoas idosas. Ter uma sociedade mais solidária e inclusivaimplica em se conhecer as necessidades deste grupo populacional que vem crescendo muito rapidamente. Para qualificar a atenção ofertada nos serviços de saúde, por exemplo, é importante que as ações incentivem o protagonismo das pessoas idosasna construção de atividades que façam sentido para elas”, conta.

Para conhecer, dar visibilidade e incentivar a boas práticas de municípios e estados no campo da saúde da pessoa idosa, o Ministério da Saúde realiza anualmente o Mapeamento de Experiências Exitosas Estaduais e Municipais no campo do Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa. A iniciativa integra, desde 2013, a agenda anual da Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa, em parceria com o Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (ICICT/Fiocruz). O projeto tem como objetivo incentivar os gestores a fomentarem estratégias e ações que contribuam para qualificar o cuidado à pessoa idosa no Sistema Único de Saúde. Em 2015, foram inscritas 178 experiências de todas as regiões do país . A divulgação das 12 experiências selecionadas este ano estará disponível no endereço eletrônico http://saudedapessoaidosa.fiocruz.br/ a partir de hoje, 1º de Outubro.

Conferências- Em dezembro de 2015, ocorrerá a 15ª Conferencia Nacional de Saúde, espaço privilegiado para fortalecer a participação das pessoas idosas nas decisões referentes ao cuidado ofertado a este grupo populacional, no Sistema Único de Saúde. Em abril de 2016, será realizada a 4ª Conferencia Nacional dos Direitos do Idoso que terá como tema “Protagonismo e Empoderamento da Pessoa Idosa - Por um Brasil de Todas as Idades”. O objetivo da escolha do tema para o evento é sensibilizar os órgão públicos, instituições e sociedade em geral para a importância da participação ativa das pessoas idosas na sociedade e na política em geral, rompendo com os estereótipos discriminatórios associados às pessoas idosas.

A desidratação pode ser um problema grave para os idosos
Especial saúde da Pessoa Idosa – Vacinas
Especial Saúde da Pessoa Idosa – Caderneta
Especial Saúde da Pessoa Idosa – Alimentação

Fonte: Gabriela Rocha/ Blog da Saúde

Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página