Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Promoção da Saúde > Ilê Aye embala lançamento da campanha de carnaval em Salvador
Início do conteúdo da página
CARNAVAL 2016
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 01 de Fevereiro de 2016, 15h37
  • Última atualização: 01/02/16 16h11

Ilê Aye embala lançamento da campanha de carnaval em Salvador

carnaba 30A segunda parada para o lançamento da campanha de prevenção à aids de 2016 foi em Salvador (BA). Para dar o tom à festa, o bloco Ilê Aye abriu a celebração com batuques rítmicos de influência africana.

O diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, Fábio Mesquita, apresentou para as autoridades baianas a campanha que será veiculada durante o Carnaval e permeará grandes festas durante todo ano, como a Oktoberfest e a Festa do Peão de Barretos. “A campanha tem um clima bem animado. Para conscientizar os jovens da importância da prevenção”, explica. O homem camisinha, personagem central deste ano, participou do lançamento dando um gostinho das ações que acontecerão durante todo o carnaval em várias cidades do Brasil.

Fábio Mesquita também apresentou dados que mostram os avanços do combate a aids no Brasil. O país já atingiu uma das três metas de 90-90-90, pactuadas pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS), que têm como objetivo testar 90% das pessoas vivendo com HIV e aids, tratar 90% delas e que 90% tenham carga viral indetectável até 2020 em todo o mundo. Esta última já foi atingida.

carnaba 37

Em relação às outras metas, o Brasil também tem avançado bastante. Graças a ampliação da testagem, percentual de brasileiros vivendo com HIV diagnosticados passou de 80%, em 2012 para 83%, em 2014. Entre janeiro e setembro de 2014, foram realizados 5,8 milhões de testes no país e, em 2015, a campanha do Ministério da Saúde tinha como mote a hashtag #PartiuTeste, incentivando ainda mais a testagem para o vírus. A oferta de tratamento também aumentou, o Brasil passou de 44% de pessoas tratadas em 2012 para 62% em 2014, um aumento de 41% no período. “O número de pessoas em tratamento é um recorde. Isso significa que a campanha #PartiuTeste realmente incentivou a população e trouxe excelentes resultados”, destaca o diretor.

Para eliminar o risco de infecção pelo vírus HIV, a partir da Quarta-Feira de Cinzas, serão distribuídos folhetos nos postos de saúde e outdoors sobre a profilaxia pós-exposição (PEP). Dessa forma, no período pós-Carnaval, o Ministério continuará incentivando a testagem e o tratamento para os casos de sorologia positiva, completando assim, o tripé da prevenção.

Fonte: Gabriela Rocha/ Blog da Saúde

Foto: Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais

Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página