Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Serviços > Dia Nacional da Surdez reforça a importância do teste da orelhinha
Início do conteúdo da página
Serviços
  • não publicado
  • Publicado: Sexta, 09 de Novembro de 2012, 15h13
  • Última atualização: 26/09/13 08h45

Dia Nacional da Surdez reforça a importância do teste da orelhinha

Foto: Teste da Orelhinha - Senado Federal

O Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez será lembrado neste sábado (10) e tem como objetivo levar informações sobre os cuidados necessários para a prevenção da perda auditiva. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estática (IBGE), mais de 9 milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência auditiva, como não conseguir ouvir de modo algum, grande dificuldade ou alguma dificuldade em ouvir.

A pessoa que apresenta esses sintomas deve ser diagnosticada por avaliação clínica audiológica. O Ministério da Saúde disponibiliza a Triagem Auditiva Neonatal – TAN popularmente conhecida como “Teste da Orelhinha”, essencial para detectar possíveis alterações auditivas na criança. Ela é realizada por meio de dois exames por profissionais especializados (fonoaudiólogo e/ou médico otorrinolaringologista).

Quaisquer que sejam os exames utilizados para a triagem, são detectados recém-nascidos prováveis portadores de deficiência auditiva. Nesse caso, após o primeiro teste e reteste indicativos de problema auditivo, o recém-nascido deverá ser encaminhado para serviços especializados para diagnóstico médico e audiológico por meio de outros procedimentos.

Caso se confirme a deficiência auditiva os serviços devem ser responsáveis pelo início imediato do processo de reabilitação que envolve, entre outras medidas, a adaptação de aparelho de amplificação sonora individual (AASI), a terapia fonoaudiológica e orientação aos pais a respeito da perda auditiva e diferentes alternativas educacionais.
As crianças que apresentarem resultados satisfatórios na triagem, também deverão ser acompanhadas até os dois anos de idade, principalmente, aquelas que tiverem indicadores de risco para deficiência auditiva em sua história, pois a deficiência pode surgir tardiamente.

Atualmente o exame está disponível em 595 estabelecimentos do Sistema Único de Saúde. O exame é financiado pelo governo federal nos estados e municípios que tenham condições de realizar o teste. Neste ano, no período de janeiro a maio (20112) foram realizados mais de 184 mil testes de orelhinha.

Além das ações de qualificação da identificação e intervenção precoce da deficiência auditiva, o Ministério da Saúde tem se empenhado em regulamentar esta assistência, na perspectiva da atenção integral,  com uma abordagem multiprofissional e multidisciplinar, com ênfase nas ações de promoção a saúde, na reabilitação e na inclusão social.

Rede Cegonha - A Rede Cegonha assegura aos recém-nascidos a realização do teste do pezinho, orelhinha e olhinho. O bebê também terá a primeira consulta com o pediatra em um prazo máximo de sete dias após o nascimento, e acompanhamento de mês em mês.

Blog da Saúde

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página